Arremedos de liberdade

5 de outubro de 2011 § Deixe um comentário

Sorrir quando ninguém está olhando. Sorrir sem qualquer motivo, sem medo, sem aparência e sem pudor. Morrer de rir daquela piada ridícula do almoço de ontem. Chorar sem qualquer vergonha. Desesperar-se por qualquer miudeza momentânea e desesperadora quanto o fim do pote de sorvete ou do cigarro. Arremedos de liberdade que insistimos em cultivar. Na escrita, pelo menos, a possibiidade de alguma criação. Ainda que em ligação com os dias e as noites, a centelha divina parece agir na gênese de linhas novas.

A tênue diferença entre agir primeiro ou reagir. A leve e benfazeja sensação de julgar, nem que seja por uma vez, a tornar o humano demasiadamente humano. Livre por desejo, preso por definição e ironia. Um charco de um e outro a lambuzar cada centímetro de vida. Cada vapor barato pra poder sentir sozinho o coração desavisado de mais uma linda donzela. Podendo observar seus artelhos, pra não falar em outras partes. Liberdade de fazer um comentário bem sacana. Amigos para dividir algumas liberdades.

Um desejo de unir-se de fato para destruir qualquer sentido da palavra livre-arbítrio. Submetendo opiniões, decisões, planos, metas, e até carícias. De modo a ser servil, de modo a ser escravo. O único ser livre que prefere escravidão é o hommo sapiens. A Chita bem o sabia, e tratou de escravizar o Tarzan. Apenas uma anedota. Uma liberdadezinha antes de voltar aos meus afazeres habituais. Um quase humor sarcástico em meio a uma prosa irônica. Efeitos da insônia. Até nisso sinto-me meio aprisionado (e escrevo como se ninguém pudesse ler).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Arremedos de liberdade no CONTRADITÓRIO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: