A competência do olhar

31 de julho de 2011 § Deixe um comentário

Na presença de quem me interessa, fico até mais bonito. Na ausência, sinto-me meio parte de mim, meio triste, meio apenas, não inteiro. Uso de cinco sentidos para as pessoas comuns, mas uso muito mais de vez em quando. A competência do sentido é aumentar a experiência. E, no toque de mãos, posso perceber tensão, nervosismo ou mesmo calor ou frio. Sem essa de que sou incopetente. Meus sentidos me competem.

Com mochila e gravata, intervenho junto ao dia dos transeuntes. Entrevou até outra presença, e, falando, faço participar. As competências da fala são a divisão e a multiplicação. Informações que se dissipam, se repartem, se partilham e se projetam geometricamente para mais ou para menos. Até que um dia possamos falar de coisas ainda não faladas. E, do ouvir, a competência é a participação. Chegamos aos planetas vizinhos, assim, ouvindo histórias.

Mas, sem dúvida, a competência do olhar é a beleza, a sua beleza que sempre me fez te olhar. Na frente e por perto. Na sua frente, posso desenhar cada detalhe que percebo, e crio ainda mais detalhes do que a maioria poderia perceber. É hora de fazer verdades. E sua imagem é uma verdade da qual eu participo. Seja no calor, na chuva ou na noite, longes um do outro, uso a competência da memória, recriando o que captou e produziu minha visão. Competente maneira de ter saudades que não machucam tanto. Venha do jeito que vier. A competência do carinho será sempre a defesa das nossas sensações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento A competência do olhar no CONTRADITÓRIO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: