Sure

27 de julho de 2011 § Deixe um comentário

Eu te darei um verdadeiro abraço. Receberei o seu mais encantador carinho. Ouvirei cada conselho como quem realmente chegou à verdade. Seria mesmo mentira dizer o contrário. Seria mesmo um embuste tentar sonegar o que a simplicidade deixa evidente. Mesmo sem a evidência infrequente que tomou conta nesse instante, uma ineficiente repulsa ao clichê faz com que cada sentido coloque-se ainda mais alerta para nunca mais voltar atrás. Com passos curtos, faz do destino único desse peito o abraço sem defeito.

O riso será o mais sincero. Como sincero é esse cuidado e carinho. Como sincero é apaixonar-se. Como a sinceridade torna possível qualquer sensitividade entre nós dois. Sensação de perfume meio doce que carrego em minha camisa após um abraço apertado, após um carinho deitado, após um sussurro gritado em alta voz pelos meus pelos. Outrora seria eu revelador, mas meu caráter de verdade há de ser contraditório.

O abraço mais apertado. A respiração acabando durante três segundos em que recosta no meu peito e me chama seu. Você é minha. Ainda que morto, será minha memória de ser feliz e fazer feliz também. As verdade são mais sentidas que faladas. A liberdade é o ode que se faz ao suor que escorre desvendando humanidade que desce pelo ralo. A verdade está em quatro lances de escada que podem ser superados por alguns cigarros, por um almoço simples ou mesmo pelo corriqueiro fato de ser o aguardo desse contato único o que dá todo o sentido a dias mentirosos. Com certeza esperarei você voltar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Sure no CONTRADITÓRIO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: