O seu melhor amigo

26 de julho de 2011 § 2 Comentários

E tenho a oportunidade de almoçar com você. E posso rir de piadas bobas, te dar um abraço apertado de cuidado e entregar os presentes mais inusitados. Mesmo assim, temo não me contentar. Vou sofrer sempre que disser um não pra mim, e pular de alegria sempre que a resposta for positiva. Mas ficarei mesmo feliz, quando, ainda que por engano, encontra-la para trocar os abraços mais quentes e as mais doces carícias.

Feito uma ideia, vago. Ando. Busco. Procuro. A melhor ideia de sempre estar ao seu lado e compartilhar de um café com cigarro até nossas histórias de revolta com a família ou de estresse de trabalho. Trabalharei para almoçarmos. Virei mais cedo todo dia para vê-la por mais tempo e por mais vezes. Carinho que é carinho é gratuito, ainda que seja digno de retribuição. Doce sensação de ti.

Sempre assim, sincero, farei as mais nobres tarefas de Hércules, na imediata intenção de ser um deus digno de você. Neste olimpo que fica logo ali na sua presença, quero estar até que amanheça o dia e o sol possa salpicar minha pele. Uma de cada vez, as verdades serão o que de mais forte nos une. Que o tempo perdido com essa doce rosa possa fazer de mim um princepezinho: o seu melhor amigo.

Anúncios

§ 2 Respostas para O seu melhor amigo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento O seu melhor amigo no CONTRADITÓRIO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: