Frame

20 de julho de 2011 § Deixe um comentário

Momento, retrato, instante. Aquilo que se demonstra daquilo que se percebe. Enquadramento, memória, diamante. Aquilo que se carrega, daquilo que foi visto ou demonstrado. Lembrança, realidade, contraste, levante. Aquilo que se cria daquilo que foi carregado a partir de uma descrição, observação ou demonstração quase irritante. Quadro ou foto, apenas montagem de aparelho remoto.

Sorriso apaixonado ou momento de extase depois do coito. Um milisegundo. Exatamente a mesma coisa. Uma fração de mundo. Uma multidão de sensações para as explicações que podem ser dadas sobre esse recorte oriundo. Carícia, arrepio, medo, gula e sacanagem. Enquadramento das vontades, no que se produz do que se carrega, do mesmo modo que se observa criando cada detalhe observado. Criando o observado. Se o que existiu pode ter sido outra coisa, isso não importa nada. E obrigado por entender.

Seria muito mais mentiroso fazer um ode ao ser ao profundo, ao puro. Mas é mais poético o culto ao enquadramento que se faz do mesmo, às orgias, e às bacantes. Categorias kantianas não poderiam compor de tal maneira um frame, pois apenas será aquilo que desejarmos ser. E o será sempre que criarmos um. Deuses-homens, então, de criações instantâneas que insistimos em chamar realidade. Real mesmo é o desejo de duas pessoas quando as peles se tocam – criação da libido ou do safado. Deve ser puro efeito do excesso de cafeína. Mais um cigarro, por favor. Um momento e nada mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Frame no CONTRADITÓRIO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: