Golpe de sorte

12 de janeiro de 2011 § 1 comentário

Talvez não seja do tipo de se entregar facilmente. Mas também não é hora de achar tudo difícil. De uma hora para outra, é possível que seja tudo diferente. Abominação de uma nova caraibagem, por uma velha e conhecida lembrança de dignidade? Mais surto que saudade – então acho que não. Com certeza é na boa velha e nova ordem de coisas que a caraibagem se faz necessária. Assim como o peito tem a necessidade do abraço e a boca, a necessidade do beijo. O colo, por sua vez, sobrevive da presença do peso pouco que, em meu colo sempre encontra um abrigo seu. Calor de pele.

Umbigo de barriga média, nos meus ares de nunca fazer sentido. Parabéns de noite chuvosa. Choro triste de vitória. Mero ato de dignidade ao se reconhecer pouco e tudo. Para onde foram as raposas, as Calíopes, os rouxinóis e as fadas? Parece que sempre por aí e por aqui. Por aí a espalhar beleza pelo mundo, e, nas memórias fracas e permanentes a ser inspiração de caraibagem e outros surtos de sonhos-realidades-momentâneas. Em terra de temporização imediata, um instante dura a eternidade de um beijo. E nada mais. Uma noite de verão.

Vale mais ver mesas-redondas, programas de culinária, fotos de família e novelas de época. Na estranha lembrança de ser um super-herói desaforado de pequenos contos pessoais e histórias de quotidiano relativamente surdo. Como num trago de cigarro ou de cachaça, guardando cada segredo e cada minuto de sorriso, choro, abraço ou mesmo espasmo. Tremendo de suor e de cansaço. Confusamente perdendo a alma, a cara e o bom nome, para, por uma vez, sorrir após um beijo seu. Que tal morrer também? Até os sapos quereriam meu lugar.

Anúncios

§ Uma Resposta para Golpe de sorte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Golpe de sorte no CONTRADITÓRIO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: