Terra-Paulis

11 de dezembro de 2010 § Deixe um comentário

Não. Eu bebi, sim, mas não me martirize! Me desmenti? Estava todo mundo lá. Terra-Paulis. Amigos, colegas, desconhecidos garçons, menos você. Não tinha sequer lugar pra você lá. Ainda bem. Meu abraço não estava vazio, não fica mais, e eu nem me lembro do nome dela, nunca lembro. Faz pouca diferença. Cerveja boa, papo bom, pizza e pasto pra quem se vira com tabaco e álcool. Vícios. De novo falando de nada com alguém ou pra ninguém. Preparando a ressaca do sábado, pra ir trabalhar. Terminando a noite ao sol de Itapuã-paulista sempre aceso, mesmo à noite. Novo rumo. Ouvindo um mar que não é meu, vai e vem cadente. Na companhia que não será sua. Terra-grande. De novo, queria morrer de bom dia pra viver de abraço e sonho, com tudo que interessa.

Pelo menos uns vinte anos de certeza. Foi melhor. E gastar na balada-paulistana me dá mais prazer que gastar nos seus mimos de cantina italiana. Agora arrume a quem mimar, a Terra é grande, eu, do lado de cá, mimarei quem eu quiser dentre doze milhões de paulicéias. E isso que não queria me lembrar, mas não tem jeito: somos memória de sonho acordado de abraços e suspiros, ainda que de cara cheia. Dor de cabeça que faço questão de ter. De ônibus só pra não me preocupar. Cada um de cada vez, não é? Agora é a minha. Terei de novo dezesseis, dezoito. Serei de novo insano, um boto. Na Terra-sempre-nova de programação soturna.

E com o pessoal de amizade instantânea, que aqui também reside, divido confidências, copos de cerveja. Lampejam idéias, flertes. Mãos que se tocam debaixo da mesa. Confissões e outras palavras de surto breve apaixonado. Falar de amor, às vezes, também é falar de sexo. E vice-versa. E respeito é coisa que corpos merecem. Toque, pra ser toque, tem que ter intimidade, e por isso não se paga. Mas pela cerveja, sim, então, com cerveja e palavra a noite fica diferente do dia, mesmo que em Terra-Paulis tudo seja meio parecido. E um sorriso com perfume doce, pra me lembrar de onde eu estou: bom dia! Calor de garoa que apenas essa Paulicéia tem! Hora de ir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Terra-Paulis no CONTRADITÓRIO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: