Enquanto Seu Lobo não vem…

20 de setembro de 2009 § 4 Comentários

 

Os dias continuam amanhecendo somente após o ônibus cruzar a ponte, vinte quilômetros depois de sair de casa. “O sol de verão queimando no peito” só aparece durante a produção daquele relatório de resultados “pra ontem”. E, por mais que pareça absurdo, as pessoas só são prioridade quando o índice de turn over está além dos padrões.

 

Porque só tem importância uma festinha de criança quando a festinha foi perdida por conta daquela reunião ou daquela viagem de última hora. E, a data de casamento só vira dia de festa, quando, por algum motivo, só é lembrada pela boca dos filhos ou pelas insinuações do outro.

 

Cada momento no seu lugar com sua própria intensidade. Mais intensa, a cada momento, fica a sensação de respirar ofegando Hollywood. E de transpiração de escritório, da luz que perpassa a persiana tocando a carne de leve. O tic tac do relógio apresenta-se freneticamente como numa lavagem cerebral, uma hipnose real da mente burocrata. O único arrepio que sente é o do ar condicionado fazendo fruir calafrios na penugem dos finos braços de digitadora.

 

O pó, que do carpete se levanta, é apenas a nuvem que entorpece e inebria a mente da pobre viciada de Windows-Sedentária. Escriturária de desgraçada virtude de tecnocrata. Secretária-chefe da própria agenda de descaminhos que perverte realidade em células de Excel que compõem gráficos em slides de Power Point. Num passeio do metrô, o que há de mais coletivo na rotina, de mais humano, o assédio dos bons moços que voltam de suas faculdades de engenharias animais. Pequenos delinqüentes justificados pelos vícios da classe média!

 

Com cesto de doces light na mão, por entre faróis da selva de pedra, a caminho do apartamento da vovó, no sétimo andar, temos a Chapeuzinho encochada no metrô, atrasada para o trabalho, burocrata da existência, iludida de si, viciada de uma realidade frustrante de conto de fadas, até que, para sua própria salvação, alguém venha lhe comer.

Anúncios

§ 4 Respostas para Enquanto Seu Lobo não vem…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Enquanto Seu Lobo não vem… no CONTRADITÓRIO.

Meta

%d blogueiros gostam disto: